Problemas de casa

Você já parou e olhou em volta da sua casa, já pensou na infinidade de problemas que você, mulher, precisa resolver? Os problemas de casa são os mais variados, mas alguns acontecem com maior frequência do que outros e é exatamente sobre eles que vamos falar.

São vários os problemas que uma casa tem que enfrentar, porém alguns ganham disparados, são eles: Limpeza e organização, problemas hidráulicos e elétricos e administração de bens de consumo.

Limpeza e organização

Apesar da sociedade pregar que a mulher é responsável pela limpeza e organização da casa, essa é uma tarefa que deve ser dividida com todos. Muitas de nós tem jornada dupla – casa e trabalho – e com isso acabam não tendo tempo para mais nada. Dividir as tarefas domésticas é muito mais do que amenizar a carga para a mulher, essa também é uma forma de integrar mais a família.

Problemas hidráulicos e elétricos

Canos entupido, cano quebrado e vazamentos, estes são os principais casos que o srº Bonfim atende. O dono da Limpa Fossa Campinas, uma das mais famosas da região, nos explicou que a maior demanda de trabalho em residências são desse tipo. Sua experiência foi compartilhada conosco quando o entrevistamos, justamente para que possamos ter a visão de um profissional.

Qualquer tipo de problema hidráulico precisa ser tratado por um profissional, encanadores e limpadores podem ajudar muito na solução desse tipo de problema. Apesar dos maridos de plantão acharem que podem resolver esse típico problema de casa, o melhor mesmo é contar com o auxílio de quem realmente conhece do assunto.

Assim como os hidráulicos, os elétricos também devem ser tratados por profissionais. Um simples fio desencapado pode gerar um problema sério, afinal uma pessoa pode ser eletrocutada!

A troca da lâmpada, apesar de trivial, também merece atenção já que o risco de choque também também é eminente nestas condições.

Administração de bens de consumo

Televisão, geladeira, cama, tudo que está dentro da casa é um bem conquistado pela família e deve ser preservado. Sendo assim, a conservação e a administração destes bens acabam se tornando uma tarefa bem complexa. Quando trocar um móvel, consertar ou substituir? Estas perguntas exigem que nos tenhamos um olhar clínico sobre a situação e em muitos casos até consultar terceiros. Nestas horas a opinião do casal é fundamental.

problemas-de-casa

Além dos problemas de casa que apresentamos, outras tarefas, mais simples por sinal, podem se tornar um problema. O controle dos alimentos, quantidade e qualidade, deve ser tratado com prioridade.

Resolver os problemas depende de todos, não se deve atribuir a uma pessoa ou outra a responsabilidade por resolver uma situação. A cooperação é o melhor caminho!

A importância do Ginecologista

A ginecologia é uma das áreas de maior interesse dos formandos em medicina, ela cuida de uma parte muito sensível da mulher. Por este motivo, o ginecologista tem grande importância durante todas as fases da vida delas. Vamos conhecer um pouco mais sobre estes profissionais?

Ginecologia é a especialização da Medicina que cuida do diagnóstico e tratamento da saúde da mulher, desde a infância até a terceira idade.

Em resumo, a ginecologia é a especialidade da medicina dedicada aos cuidados do aparelho genital feminino. Os ginecologistas são portanto os especialistas que tratam de todas as questões relacionadas com útero, a vagina e os ovários.

O ginecologista deve obter a confiança da paciente de forma que consiga orientá-la quanto à prevenção de doenças e sobre a forma correta de se evitar uma gestação indesejada, entre outras situações, de maneira que a mesma chegue à fase adulta com a sensação de tranquilidade e sem arrependimentos. Continuar lendo

Vamos falar sobre o câncer de mama?

O câncer de mama é um dos mais devastadores na vida de uma mulher, seu impacto vai muito além do físico. Por isso, preparamos um especial sobre este assunto e você confere agora!

A doença é um tipo de tumor mais comum entre as mulheres, respondendo por 22% dos casos novos de câncer a cada ano, de acordo com Instituto Nacional de Câncer (Inca). No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, uma vez que grande parte dos casos é diagnosticada já em estágios avançados. Em 2013, 14.388 pessoas morreram no País em função do câncer de mama. Mais de 57 mil novos casos dessa neoplasia são identificados por ano no Brasil, segundo estimativas do Inca. A cada ano, na América Latina, são diagnosticados 150 mil novos casos de câncer de mama metastático, dos quais mais de 40 mil evoluem para óbito.

Mulheres com história familiar de câncer de mama ou ovário, ou que são portadores de mutações dos genes BRCA1 (caso da Angelina Jolie) ou BRCA2 podem ser recomendadas à remoção do outro seio, porque risco de desenvolver câncer nestes casos é muito alto. Segundo os pesquisadores, esse grupo representa cerca de 10% de todas as mulheres diagnosticadas com câncer de mama. As outras têm muito pouco risco de desenvolver câncer na outra mama. Este trabalho científico mostrou que entre as mulheres que se submeteram a uma mastectomia dupla, quase 70% não tinham história familiar de câncer de mama ou tinham sido testadas para BRCA1 e BRCA2.

Entre maio e junho de 2014, uma pesquisa solicitada pela GE Healthcare e conduzida pela MillwardBrown, entrevistou 1.000 adultos com idade igual ou superior a 18 anos em cada um de 10 países: EUA, Brasil, Inglaterra, Indonésia, Japão, Índia, China, Rússia, Austrália e Coréia do Sul. O estudo teve como foco avaliar conhecimento da população sobre os sintomas mais comuns de câncer de mama, a importância da mamografia anual e sobre a relação entre mamas densas e risco de desenvolvimento de câncer de mama.

Durante tratamento do câncer de mama, diversas situações como diminuição da libido, alterações hormonais e incômodos emocionais podem influenciar diretamente no seu comportamento sexual. É importante que a mulher entenda que esses transtornos são causados por situações físicas as quais estão enfrentando e não tem a ver com a essência.

A quimioterapia é indicada de maneira regular por algumas semanas após a lumpectomia ou mastectomia com objetivo de matar as células tumorais que podem ter restado próximo ao local do tumor. Uma dose alta de radiação é usada e pode ocorrer efeitos colateral, incluindo fadiga, inchaço, e alterações de pele. Algumas vezes a radiação pode ser dada antes da cirurgia para que ela reduza de tamanho e facilite a sua remoção.

cancer-mama

O câncer de mama é de difícil prevenção, pois é uma doença ligada ao histórico familiar e aos hábitos de vida. A grande arma que temos nas mãos é diagnóstico precoce, ou seja, descobrir tumor quando ele ainda é pequeno. O ideal é diagnosticá-lo com menos de um centímetro, que possibilita a cura em 90% dos casos. Se você descobrir qualquer alteração em suas mamas, consulte um médico. Continuar lendo

Nosso grupo

Você sabia que a maioria da população brasileira é constituída por mulheres? Por isso, criamos este espaço para ajudar essa maioria com dicas dos mais diversos tipos. Aqui, vamos falar sobre saúde, beleza, bem estar e também assuntos do dia a dia como por exemplo, contratação de serviços dos mais variados tipos. Acompanhe nosso blog e saiba tudo sobre os principais assuntos que giram em torno do universo feminino.

feminino